Acesse os dados do ecossistema mineiro de inovação

Acessar SIMI Database

InicialBlogNotíciasBradesco abre inscrições para ...

Bradesco abre inscrições para terceira edição do programa de startups

InovaBra busca ideias inovadoras para o serviço financeiro. Em 2016, programa terá um fundo de investimentos de R$ 100 milhões


Por Redação

Crédito: Pixabay

Estão abertas as inscrições para a terceira edição do InovaBra, programa de startups do Bradesco voltado a descobrir projetos inovadores de startups que tenham soluções aplicáveis para o setor de produtos e serviços financeiros.

Em 2016, o programa apresenta o InovaBra Ventures, um fundo de investimentos em startups com R$ 100 milhões de capital proprietário. Os interessados podem se inscrever pelo site até 4 de dezembro de 2016. 

Segundo o diretor de Inovação do banco, Marcelo Frontini, nas duas primeiras edições 20 startups colocaram à prova suas soluções ao serem experimentadas pelos clientes do banco.

O objetivo é estabelecer parcerias para acelerar o processo de entrega de experiências inovadoras aos clientes e oferecer como contrapartida a possibilidade dessas startups escalarem seus negócios rapidamente.

Os interessados devem apresentar projetos inovadores de startups em qualquer segmento que tenham soluções aplicáveis ou com possibilidade de adaptação ao segmento financeiro, principalmente relacionados a produtos e serviços, varejo, canais digitais, meios de pagamento, seguros, e que enderecem desafios nos seguintes temas: pagamentos, algoritmos, segurança, engajamento de clientes, gerenciamento financeiro, plataformas de investimentos, crowdfunding, customização massificada, internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), blockchain e inteligência artificial.

 Startups podem receber investimento do banco

Com duração total de 10 meses, o programa é composto por 4 etapas:

1ª: divulgação do programa e inscrição das empresas.

2ª: seleção de até 45 startups pela avaliação do questionário preenchido pelas empresas durante a inscrição. Em seguida, essas empresas passarão por um processo de imersão para conhecer a cultura do banco e serão avaliadas nos seguintes quesitos: qualificação da equipe, potencial de geração de valor, capacidade de entrega, potencial de inovação e mensuração de risco.

3ª: Das 45 startups, 25 passarão por avaliação de um grupo de executivos do banco.

4ª Cerca de 10 empresas poderão seguir para a fase de concepção do projeto, na qual receberão orientação com relação a uma demanda associada a uma necessidade real do banco.

Ao final do programa, as empresas terão a possibilidade de comercializar seus produtos para o Bradesco, que, por sua vez, poderá ainda ser um investidor dessas startups.

Fonte: IT Fórum 365

Cesta De Compras