Acesse os dados do ecossistema mineiro de inovação

Acessar SIMI Database

InicialBlogNotíciasMudança do mercado exige que m...

Mudança do mercado exige que marcas construam relações ainda mais próximas com seus consumidores

Encontro da Locaweb apresenta as mudanças do E-commerce no Brasil e a nova relação entre consumidores, produto e mercado


Por Alysson Lisboa/SIMI

O 19º ELW, realizado pela Locaweb, reuniu em Belo Horizonte durante todo o dia desta quinta-feira (30/3) profissionais da área de TI, marketing e experts para debater questões ligadas ao E-commerce, marketing e neurociência. O ELW é realizado em várias cidades brasileiras, sempre debatendo temas de grande interesse para clientes, parceiros e sociedade.

Quem abriu o evento foi Fernando Cirne, diretor da empresa. Ele trouxe dados sobre o comércio eletrônico no Brasil, que refletem bem o cenário econômico atual. Apesar do crescimento de 7,4%, o número de transações não cresceu, se comparado ao ano passado. Isso mostra que há mais usuários preparados para o consumo em plataformas digitais, mas eles estão retraídos pela crise econômica.

Outro ponto interessante levantado por Fernando Cirne foi o crescimento considerável das transações realizadas via mobile phone, representando hoje 41% do volume transacionado. A mudança das mídias e o mercado de anúncios também permearam todas as palestras do dia.

O Google já é hoje a segunda principal empresa de mídia do Brasil, ficando atrás apenas das Organizações Globo. Vendas diretas com marketing de interrupção vêm sendo rapidamente substituídas pelo marketing de permissão, também conhecido como inbound marketing.

Palestras inspiradoras

O evento foi dividido em duas áreas temáticas. A sala Developer Experience, mais voltada a programadores, e a sala Digital, acompanhada de perto pela equipe do Simi, que tratou de temas ligados ao marketing e redes sociais.

O primeiro a subir ao palco foi o jornalista Marcos Piangers. Ele traçou um paralelo entre a comunicação e a publicidade do século passado sempre com uma dose alta de humor. “As novas gerações não suportam a publicidade intrusiva. Minha filha de 4 anos não consegue entender por que o desenho da televisão precisa ser interrompido”, completa Piangers.

Facebook Ads e LinkedIn também foram pauta de palestras na tarde desta quinta-feira. Fábio Prado, da ADResults, falou sobre a importância de trabalhar estrategicamente o Facebook e, com isso, conseguir resultados surpreendentes de engajamento da audiência. Com algumas técnicas, é possível entregar publicidade a públicos bem específicos, orientando campanhas tanto para plataformas móveis quanto para o desktop.

Bruno Lacerda abordou o tema: LinkedIn Business: o novo modelo de negócios e vendas através de Social Selling. A rede social, ainda pouco explorada no Brasil, vem ganhando, a cada dia, mais adesão e novas funcionalidades.

Uma delas permite a construção de perfis e interação que possibilitam a aproximação entre marca e clientes. Thiago Pereira trouxe o tema: 10 dicas para um E-commerce de sucesso, apresentando o case das lojas Marisa.

Neurociência também foi tema debatido

Entender como funciona o cérebro e como isso pode ajudar nas vendas foi o tema abordado pela especialista Martha Gabriel na palestra: 15 dicas de neurociência para alavancar o seu negócio, que encerrou o evento. Ela trouxe uma ampla discussão sobre os limites de nosso cérebro e o modo como processamos as informações. “Tomada de decisão é emocional, portanto, as mensagens de marketing devem causar emoção e dar justificativas racionais para que sejam tomadas”, afirmou Martha.

Segundo a especialista, nosso cérebro precisa ser exercitado, alimentado e provocado. Dormir bem, evitar bebidas alcoólicas, aprender novos idiomas e tocar instrumentos musicais são algumas das atividades que geram um volume maior de sinapses. Além disso, liberam o hormônio ocitocina, que, consequentemente, permitem tomadas de decisão melhores, ampliam nosso humor e a longevidade.

Fonte:

Cesta De Compras