Acesse os dados do ecossistema mineiro de inovação

Acessar SIMI Database

InicialBlogNotícias5 tecnologias que prometem dei...

5 tecnologias que prometem deixar o mundo melhor

Startups apresentaram as inovações tecnológicas durante o StartUPShow, na Austrália


Por Redação

As inovações tecnológicas a seguir foram apresentadas na StartUpShow, uma plataforma australiana para o desenvolvimento de pequenas e médias empresas. Cinco novas tecnologias, em especial, chamaram a atenção de investidores que participaram da mostra.

Confira abaixo quais são as tecnologias que podem deixar o mundo melhor.

Um carregador que você não precisa carregar
Já pensou em não ter mais que se preocupar se existe uma tomada à vista para você carregar seu tablet ou celular? Sim, isso é possível. O carregador cinético TRIADA não precisa ser ligado e acumula eletricidade quando você balança, corre ou anda. Incrível, não é mesmo?

Treine sua mente usando seu desktop
Wikium é um conjunto de 40 exercícios on-line que ajudam a treinar sua memória e melhorar a atividade cerebral. Os exercícios têm diferentes níveis de dificuldade e sua sequência é feita sob medida, atentando  a necessidade de cada usuário.

Tablet para portadores de deficiência visual
Um tablet desenvolvido especialmente para pessoas portadoras de deficiência visual. O Braille Pad possui uma tela táctil que permite ao usuário navegar em websites e verificar seu e-mail. Rashid Aliev, o criador do Braille Pad, disse ao site Sputnik que a Turquia já encomendou 50 mil unidades que serão utilizadas no sistema de ensino do país.

Filme com Mymobstr e ganhe dinheiro
A ideia é muito simples. Uma pessoa se registra no sistema e filma algo através do aplicativo Mymobstr. O app verifica o tempo e o local onde o vídeo foi filmado. O vídeo é submetido à moderação. “Caso o vídeo seja comprado o usuário recebe seus honorários através de uma conta do próprio sistema”, explica o CEO da empresa Andrei Bulavinov.

Um novo jeito de tratar a hipertensão arterial
Segundo a ONU, a hipertensão contribui para 9,4 milhões de mortes anuais por doenças cardiovasculares, mas a SurgeonET — um dispositivo projetado pelo cirurgião russo Eduard Timbakov — pode ajudar a reduzir essa estatística.

De acordo com Eduard, o dispositivo permite que o médico trate um paciente influenciando os centros neurais que regulam a pressão arterial do corpo.

*Com informações do Sputinik

Fonte:

Cesta De Compras